Encenação da Paixão de Cristo 2019 emocionou atores e milhares de fiéis na cidade de Trindade – PE

ALMOÇO DE PÁSCOA NA SEDUC
17 de abril de 2019
Semana de Saúde nas Escolas acontece em Trindade
24 de abril de 2019

Encenação da Paixão de Cristo 2019 emocionou atores e milhares de fiéis na cidade de Trindade – PE

A encenação da Vida, Paixão e Morte de Cristo, feita nesta noite de quarta-feira (17) na Praça da Igreja Matriz, em Trindade, emocionou atores e fiéis.

O emocionante teatro conta com total apoio da Prefeitura de Trindade, por meio da Secretaria de Educação e Cultura. O público acompanhou as mais de três horas de apresentação, e percorreu os cenários que representam os vários momentos de Jesus. “É uma sensação indescritível, tanto por viver esse papel quanto por ver o público emocionado, às vezes até chorando”, disse Rodrigo Amorim que interpreta o Rei Erodes.

O ator que interpreta Jesus já participa do teatro há alguns anos, no papel do Salvador. Ao longo dos anos no grupo, ele diz que já viveu diversas experiências marcantes.

“Não há como nós mesmos não nos emocionarmos, viver um pouco do que Cristo nos ensinou é marcante e impactante tanto para nós que interpretamos quanto para quem assiste”, disse Carlos Pajeú.

Os três últimos momentos são os de maior emoção ao público: a condenação, flagelo e crucificação de Jesus. Cristo caminha carregando sua cruz de madeira durante o trajeto final na praça em meio ao público.

Na última parada, o silêncio é total entre os fiéis. Todos acompanham atentamente a representação dos últimos momentos de Jesus.

Durante a crucificação, apreensão. Após a retirada do corpo da cruz, aplausos àquele que morreu para retirar os pecados da humanidade e por fim a ressurreição, o momento mais espiritual da peça de teatro que faz todos os anos muitos chorarem e reconhecerem a força, Graça e a misericórdia de Jesus Cristo, o filho de Deus, que deu sua vida em favor de todos para a remissão dos pecados, salvação e vida eterna.

Da Assessoria de Comunicação/ Fotos: Edson Vasconcelos.