Com agenda em Brasília, Dr Everton Costa faz balanço das conquistas na Marcha dos Prefeitos

Em Brasília, o Prefeito de Trindade Dr Everton Costa tem encontro no Ministério da Saúde com a Coordenação de Saúde da Atenção Básica
10 de abril de 2019
Prefeitura de Trindade paga adiantamento do décimo para os nascidos no mês de março
12 de abril de 2019

Com agenda em Brasília, Dr Everton Costa faz balanço das conquistas na Marcha dos Prefeitos

O prefeito Dr Everton Costa e a primeira dama, a secretária de Saúde de Trindade, Dra Conceição Barros finalizaram hoje (11) a agenda administrativa em Brasília, do qual participaram da XXII Marcha dos Prefeitos em defesa dos Municípios. O evento aconteceu do dia 08 a 11 de Abril no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília – DF.

Segundo o chefe do poder executivo municipal o evento marca ainda mais a desenvoltura dos executivos para atender melhor os anseios da população. Na oportunidade Dr Everton Costa esteve com a secretária de saúde e o assessor jurídico Dr. Diogo Barros na Assessoria da Coordenação da Atenção Básica de Saúde, no Ministério da Saúde, do qual, em proveitosa reunião, conseguiu a liberação de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais) para a 3ª Etapa/Conclusão da Reforma do Hospital Municipal Maria Veneri Leite.

“Saímos deste evento muito animados em poder ouvir debates importantes, de grandes lideranças políticas do nosso país, dos quais nos ajudam a nortear com mais clareza nossas ideias para beneficiar e realizar sonhos esperados por nossa gestão e nossos trindadenses”, frisou o executivo.

Conheça as conquistas da Marcha a Brasília em defesa dos Municípios:

1-      Envio, em até 20 dias, de projeto de lei que libera R$ 10 bilhões para Estados e Municípios.

2-      Instalação do Comitê de Revisão da Dívida Previdenciária Municipal.

3-      1% do FPM de setembro, compromisso do presidente da república e do presidente da Câmara projeto em  que aumenta o Fundo de Participação dos Municípios.

4-      Isenção do PIS/Pasep aos municípios que têm RPPS. O governo federal vai trabalhar para que seja apresentada uma emenda que permite desonerar os recursos do Regime Próprio de Previdência sobre a incidência de contribuição do Pasep estimado em R$ 3 bilhões ao ano.

5-      Empréstimos do RPPS: apoio à emenda para que os regimes próprios possam operar empréstimos consignados para os segurados, uma demanda antiga da CNM.

6-      Compensação previdenciária: Compromisso de instituir regras mais claras da compensação previdenciária entre regimes – Comprev.

7-      Nota Fiscal de Serviços Eletrônicos: o governo federal vai disponibilizar uma plataforma gratuita para que os Municípios possam gerar uma Nota Fiscal eletrônica para aumentar a arrecadação municipal.

Da Assessoria de Comunicação.